Interlaboratorial

O SENAI CETEPO é provedor de Programas de Ensaios de Proficiência (PEP) por Comparação Interlaboratorial acreditado pela Cgcre, de acordo com a NBR ISO/IEC 17043, sob o número PEP 0001.
Disponibiliza, periodicamente, rodadas de programas nas áreas de elastômeros e plástico que permite a cada participante avaliar a sua performance na realização de ensaios em comparação com outros participantes.






31ª Rodada do Programa Interlaboratorial em Elastômeros (PEP - Elastômeros) - RODADA UNICA

Prazo para Inscrição: 04 de Jullho de 2016

Ficha de Inscrição: Português (Brasil)  | English

Informações sobre a rodada anterior: Realizada no segundo semestre de 2015, a 30ª rodada contou com 75 participantes.


16ª Rodada do Programa Interlaboratorial em Plástico (PEP - Plástico) - RODADA UNICA

Prazo para Inscrição: 06 de Junho de 2016

Ficha de Inscrição: Português (Brasil) | English

Informações sobre a rodada anterior: Realizada no segundo semestre de 2015, a 15ª rodada contou com 25 participantes.



Porque participar de um Programa Interlaboratorial?

  • Confiança técnica e comercial entre clientes fornecedores e o participante.
  • Avaliação externa regular e independente da qualidade dos resultados de ensaio e medições.
  • Comparação regular de seu desempenho com o de outros laboratórios participantes.
  • Acesso junto ao organizador do programa a orientações e assessoria técnica sobre problemas analíticos, redução de erros e melhoria de processos.
  • Verificação intermediária das calibrações: favorece a identificação da necessidade de manutenção e/ ou calibração dos equipamentos, podendo levar a ampliação do intervalo de calibração e desta maneira reduzindo os custos.
  • Identificação da necessidade de treinamento dos técnicos: pode revelar se estes estão utilizando técnicas inadequadas de operação, de manuseio das amostras ou transcrição errada de resultados sob condições efetivas de ensaio.
  • Auxílio na avaliação da incerteza de medição dos ensaios do participante.
  • Identificação de problemas no manuseio de amostras, condições ambientais, erros de cálculo, bem como na execução de procedimentos/métodos.
  • Fornecimento de confiança adicional aos clientes: o risco de um desentendimento com clientes, devido a erros em ensaios, pode ser minimizado.
  • Demonstração de competência técnica na realização de ensaios: permite documentar a capacidade na realização de ensaios e medições perante fornecedores e clientes e assegurar aos consumidores o rigor na observância das especificações.
  • Obtenção de informações sobre as características de desempenho de métodos analíticos (validação de métodos) e referência para a mudança de metodologia se necessário.
  • Demonstração da rastreabilidade metrológica das medições para certificação ou acreditação, principalmente quando não existe calibração direta (laboratório de calibração acreditado pelo Cgcre) nem material de referência certificado.


Ensaios do PEP - Elastômeros


Ensaio Norma Característicos
Microdureza IRHD ASTM D 1415 Microdureza IRHD
Dureza IRHD ASTM D 1415 Dureza IRHD
Dureza Shore A ASTM D 2240 Dureza Shore A
Resistência à Tração ASTM D 412 - tipo C Tensão e alongamento na ruptura, módulo a 100% e 300%
Envelhecimento Acelerado em Estufa(**) ASTM D 573 Variação da dureza Shore A (ASTM D 2240)
Variação da tensão e alongamento na ruptura (ASTM D 412 - tipo C)
Resistência ao Rasgamento ASTM D 624 - tipo C Resistência ao rasgo
Resistência ao Rasgamento Trouser(**) ASTM D 624 (tipo T) ou DIN ISO 34-1 (método A) e NBR 11911 (modelo III) Resistência ao rasgo
Densidade ASTM D 297 Densidade
Resistência à Abrasão DIN ISO 4649 Abrasão
Viscosidade Mooney ASTM D 1646 Viscosidade Mooney
Curva Reométrica ODR ASTM D 2084 - arco 1° ts1, t90, Tmin e Tmáx
Curva Reométrica MDR ASTM D 5289 - arco 0,5° ts1, t90, Tmin e Tmáx
Deformação Permanente à Compressão (DPC) sob Deformação Constante ASTM D 395 22h a 100°C


Ensaios do PEP - Plástico


Ensaio Norma Característicos
Índice de Fluidez (MFI) ASTM D 1238-04c - Método A ou B 190ºC, 200ºC e 230ºC / 2,16kg
Resistência à Tração ASTM D 638 - corpo-de-prova tipo I Tensão de Ruptura, Tensão no Escoamento, Alongamento no Escoamento e Módulo de Elasticidade
Determinação da Temperatura de Deflexão (HDT)(**) ASTM D 648 Temperatura de Deflexão HDT
Determinação da Temperatura de Amolecimento Vicat(**) ASTM D 1525 Temperatura de Amolecimento Vicat
Resistência ao Impacto Izodb>(**) ASTM D 256 Impacto IZOD
Espectrometria de Infravermelho por FTIR (**) ---- ----

* O SENAI CETEPO é Provedor de Ensaios de Proficiência (PEP) por Comparação Interlaboratorial acreditado pela Cgcre de acordo com a NBR ISO/IEC 17043, sob o número PEP 0001.
** Estes ensaios ainda não fazem parte do escopo de acreditação do SENAI CETEPO.